domingo, 9 de fevereiro de 2014

Permita-se


Com os pés descalços tocando o chão e sentindo a liberdade na palma da mão eu posso ser o que eu quiser.
Posso fazer da vida uma dança, meiga e travessa.
Ou posso fazer dela apenas uma trilha sonora modesta, ensaiada com algumas notas abafadas.
Posso fazer um sonho durar mais e posso fazê-lo tornar-se realidade.
Posso trocar a harmonia da dança quando as luzes se apagarem. E querer fazer tudo diferente quando elas se acenderem.
O importante é não parar de dançar. Não parar de viver. Para que não envelheças.
Para que não perca a admiração pelas pequenas coisas da vida e para que não deixe de apreciar as boas amizades.
Então, se renda às vontades e permita-se enquanto a dança se faz viva!

10 comentários:

  1. A arte de dançar as danças da vida, em lugar de dar-se apenas às contorções das dores que também à vida pertencem nos diferencia e nos posiciona como inspiradores de vivência. Ensinamos a viver toda vez que nos damos a aprender a viver, com os pés descalços e as mãos livres. Beijosssss

    ResponderExcluir
  2. Ana: lindo nós podemos fazer tudo viver dançar passear tudo o que nos dar para fazer.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  3. "Então, se renda às vontades (..)"
    Tão bonito :)

    ResponderExcluir
  4. Que seus desejos sejam ordens impossíveis de não serem obedecidas.

    ResponderExcluir
  5. Sou suspeita, até porque eram o meu grupo favorito, mas são mesmo talentosos :)

    Muito obrigada por comentares, sê sempre bem-vinda ao meu blog
    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  6. O negócio é não parar de ser feliz e plena. ;)
    Lindo post!

    Beijo.

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  7. Deixar acontecer, permetir é o segredo de dias mais leves e felizes.
    Adorei seu blog e sua escrita.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo texto!
    Li e fiquei pensando se estou tocando minha vida em um ritmo afinado!
    Beeeeijooos

    ResponderExcluir
  9. ola ana carolina como voce esta?
    como foi seu feriado?
    faz um tempo que nao venho aqui no seu blog, estava sentindo falta de seus texto, mas nao vim somente ler seu textos para me inspirar vim lhe convidar para participar de uma entrevista de nosso blog, já deveria te lhe convidado, se eu ja o fiz eu reforço aqui o desejo de te-la em nosso blog. entao se ficou curiosa sobre as perguntas acesse http://www.jotform.com/form/20421318816 e poderá responder as perguntas, posterior as resposta faremos um artigo com as respostas e postaremos no blog, será mais para divulgar seu trabalho e também ter você em nosso blog, e alem disso tudo conhecê-la um pouco mais.
    gostaria de saber quando terei a honra de ter um livro seu em minhas mãos, seus textos sao incriveis ja pesou em fazer uma seleçao e criar um livro mesmo sendo um ebook para seus leitores, se precisar de alguem que faça isso pode contar comigo. um abraço
    cuide-se

    ResponderExcluir