Arriscar-se é viver...

Os faróis fazem vulto pela velocidade enquanto eu abraço algumas gotas geladas de chuva, arriscando ser mais rápida que as luzes. A cor do vento é fria e minha voz tem sabor de ansiedade.
Sigo à procura de algo agradável nas tempestades que atravessam a rotina.
Corro na contramão de alguns receios e em direção de onde se arriscar é viver. Ouvi dizer que lá, ensina-se a transformar a queda em um passo de dança e a ilusão em uma realidade crível.
Equilibrando as lágrimas que insistem em atirar-se dos olhos para fora, reconheço algumas faces entre as gotas de chuva.
Há poucos passos, vejo de longe a desistência de alguns e o cansaço de outros. Sem sucesso, tento entender algumas razões que soam incompreensão.
Alimento os ensejos à base de persistência e pretensões. E tento domesticar o coração, equilibrando a saudade e o medo.
Às vezes, o silêncio dos ruídos causa espanto, então, desconcentro a atenção dos ponteiros contando algumas piadas sem graças e o tempo parece passar.
Não encontrei ninguém para me dar a mão quando o farol acenou as luzes verdes, então tive que atravessar a rua sozinha.
Ao ritmo de algumas cifras, pareço cair menos e dançar mais. Ou, talvez, eu apenas tenha aprendido a transformar a queda em um passo de dança.
Em meio a um passo e outro, continuo estreitando os laços entre a ilusão e a realidade, afinal, arriscar-se é viver.

58 comentários:

  1. aaaaaaaah. muito, muito bom.
    como sempre, sempre.

    ResponderExcluir
  2. Em meio a um passo e outro, continuo estreitando os laços entre a ilusão e a realidade, afinal, arriscar-se é viver.

    *--*
    PERFEIITO

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, está lindo este post *.*

    ResponderExcluir
  4. 'eu tento domesticar o coração, equilibrando a saudade e o medo'

    É tão tênue essa linha, e só quem ama a plenos pulmões ousa se arriscar em aguas profundas.

    Outra vez, ótimo, Ana Carolina.

    ResponderExcluir
  5. Então vamos arriscar muito e aproveitar cada pedaço desta vida =D

    Beijinhoo*

    ResponderExcluir
  6. "talvez, eu apenas tenha aprendido a transformar a queda em um passo de dança" .. LINDO .. AMEI... bjos flor!!!

    ResponderExcluir
  7. 'Ao ritmo de algumas cifras, pareço cair menos e dançar mais. Ou, talvez, eu apenas tenha aprendido a transformar a queda em um passo de dança.'

    E é isso mesmo. Quando, algum dia, finalmente entendermos isto, o mundo ficará bem menos doloroso.

    ResponderExcluir
  8. obrigada querida.
    adorei *beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Bem.. as vezes eu gostaria que isso não fosse verdade, mas temos sempre mesmo que arriscar, talvez esse seja o sentido de viver.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo seu texto seu blog,mt mt mt lindo mesmo de verdade ! me encantei !
    beijos e SUCESSO de sua seguidora fiel !

    ResponderExcluir
  11. "Corro na contramão de alguns receios e em direção de onde se arriscar é viver".

    viver é arriscado, mas ainda mais o é se a vida for vivida sem risco. é o mesmo que uma luz em nova-iorque...
    muito bonito o que escreves. já aqui tive a oportunidade de to dizer.
    um beijinho!

    ResponderExcluir
  12. Adorei *-* e Obrigada pelo teu comentário !

    ResponderExcluir
  13. A vida é um risco contante e a gente está sempre em perigo,,,um beijo de bom final de semana.

    ResponderExcluir
  14. "Ouvi dizer que lá, ensina-se a transformar a queda em um passo de dança e a ilusão em uma realidade crível."
    Bem isso, eu demoro um pouco para aprender a dançar, é preciso persistência. beijos, adorei.

    ResponderExcluir
  15. Texto perfeito como sempre quando a gente não arrisca não há chances de fracassar e nem de aprender com a dor com os acontecimentos se não houver quedas não nos levantamos ou vice e versa e a vida segue assim através dos erros aprendemos e se soubermos leva-la de forma mais simples e otimista transformamos a queda em um passo de dança.

    Beijos e obrigada pela visita
    =)

    ResponderExcluir
  16. "Ouvi dizer que lá, ensina-se a transformar a queda em um passo de dança e a ilusão em uma realidade incrível."

    Arriscarei sem medo! :)

    Selo pra vc no meu blog! ^^

    ;*

    ResponderExcluir
  17. O silêncio interior é a bussola da alma,
    neste mundo alucinatória. Quanto a realidade e a ilusão, são dois lados de uma mesma vista.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  18. "eu tento domesticar o coração, equilibrando a saudade e o medo."

    Belas palavras!!!!

    Lindo como sempre!

    Bjokas!

    ResponderExcluir
  19. Arriscar-se é viver, eu estava falando disso hj msm... que aprendi a viver mesmo qdo decidi arriscar mais e esperar menos por certezas que nem sempre vêm. A gente tem que viver a vida e não apenas passar por ela...

    Bjs =)

    ResponderExcluir
  20. Um beijo carinhoso de lindo sabado pra ti menina....

    ResponderExcluir
  21. Antes de tudo: que foto mais liinda *-* haha
    E trecho perfeeito: "(...) tento domesticar o coração, equilibrando a saudade e o medo."
    Mucho bom :)

    ResponderExcluir
  22. Se arriscar em determinados momentos, é preciso.

    Gosto muito de teus textos!

    Beijos Carolina.

    ResponderExcluir
  23. Oh, és tão querida.
    Lindo este texto, adoro o que escreves :p

    ResponderExcluir
  24. Temos que nos arriscar sempre !
    Belo texto!
    To seguindo!

    bjos

    ResponderExcluir
  25. oi grafite,
    lindo... intenso...
    adoro suas escritas..perfeitas...
    todos temos que arriscar a vida fica sem graça.
    Beijo e bom fim de semana.
    até segunda-feira...

    ResponderExcluir
  26. Toda e qualquer palavra é pouco pra dizer que seu texto ficou lindo. Parabéns, querida!
    Beijooos!

    ResponderExcluir
  27. Lindas palavras!

    Que a sua vida seja gotas de um alegre cançao e ritmada a passos de uma linda dança!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  28. "Equilibrando as lágrimas que insistem em atirar-se dos olhos para fora, reconheço algumas faces entre as gotas de chuva."

    Intenso Ana, é puro e honesto. É simples de sentir.
    ^^

    Sou teu fã, né?...você sabe!!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. É pena que eles não percebam isso.
    Obrigada.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  31. Obrigada e ainda bem que gostas-te :)

    ResponderExcluir
  32. obrigada por me seguires :)

    gostei do teu blog

    ResponderExcluir
  33. -Em meio a um passo e outro, continuo estreitando os laços entre a ilusão e a realidade, afinal, arriscar-se é viver.-

    Nossa lindo texto! Sinto assim também , na vida é preciso arriscar sempre, mesmo que em alguma queda nos machuquemos....O erguer-se novamente nos faz cada vez mais fortes!

    Adorei seu blog, não conhecia.....vi seu comment no meu blog (sou principiante....arriscando algumas palavras.) e adorei!
    Obrigada, querida!

    E saiba que nunca estarás sozinha pra atravessar a vida!

    ResponderExcluir
  34. "Ao ritmo de algumas cifras, pareço cair menos e dançar mais. Ou, talvez, eu apenas tenha aprendido a transformar a queda em um passo de dança."

    Put´s!que lindo demais isto!!!Ter a capacidade de transformar a queda em um passo de dança...uau!Tiro meu chapéu!!

    beijos com muito carinho!

    Bia

    ResponderExcluir
  35. A vida é o risco que gosto de correr todos os dias, e meu equilíbrio é sobre a linha do tempo.

    Abraço do Jefhcardoso, Ana (Grafite Linda)!

    ResponderExcluir
  36. Gostei daqui e já te sigo. Vai visitar meu blog:www.odeliriodabruxa.blogspot.com
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  37. Arriscar-se é viver mesmoooooooooo.

    Lindo texto, lindooooo!

    Um abraço meu!

    ResponderExcluir
  38. e nós arriscamos dia-a-dia, numa aflição constante, mas bela...
    muito bonito o texto, querida!

    beijão, flor!

    ResponderExcluir
  39. você tem razão. não da pra sentar e esperar a vida passar, é preciso mesmo correr risco, expor o que há de mais íntimo e ser, a qualquer custo, feliz.

    beijos ♥

    ResponderExcluir
  40. Moça, que texto lindo!!!

    "Não encontrei ninguém para me dar a mão quando o farol acenou as luzes verdes, então tive que atravessar a rua sozinha".

    Também passei por isso, mas posso te contar??? Como cresci!!!

    Um beijo, linda!

    ResponderExcluir
  41. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  42. Esse teu texto bonito, intenso e sábio me lembrou MUITO o livro 'O encontro marcado', de Fernando Sabino. Acredito que tu tenhas lido.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  43. acabei de arriscar de um passo a outro. Mas acredito que fiz a coisa certa.

    ResponderExcluir
  44. oi querida amiga,
    ausente...mudança no blog retorno breve.
    bjos com carinho.

    ResponderExcluir
  45. Domesticar o coração... Fiquei aqui imaginando se isso é possível, seria bem interessante!

    Obrigada pela vsita e
    Por comentar!!

    Bjaum'

    ResponderExcluir
  46. É sempre bom estar aqui!

    Beijos e uma ótima semana!

    Leila

    ResponderExcluir
  47. A vida exige esses riscos.

    Adorei!

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  48. ola .

    A vida é um risco contante e a gente está sempre em perigo..por isso é que a vida nos exige muitos ricos .

    hoje me dei conta como e bom estar aqui , com os amigos e a familia , pois um dia nqao estaremos, e temos que aproveitar todos os momentos bons e maus da vida , pois nunca se sabe.

    gostei muito do teu texto : ) bjinho

    ResponderExcluir
  49. Adorei seu blog flor, tem muito conteúdo e posts realmente escritos com o coração! Parabéns, bjos doces pra vc;**

    ResponderExcluir