quarta-feira, 30 de julho de 2014

Borboletas no estômago


Amante das mudanças que sou, deixo que as borboletas continuem bagunçando meu estômago.
Não preciso cerrar os olhos pra sentir o calor da novidade e o aroma doce de liberdade que invade minha rotina. De olhos bem abertos eu sigo o ritmo, como alguém que desconhece o medo. Porque nessas horas precisamos ser corajosos, as mudanças exigem valentia.
Acho graça e deixo as borboletas foliarem, elas sabem o que fazem e porque o fazem.
Se joga pra cá porque é tempo de viver a dança. Tempo de sorrir orelha a orelha. Tempo de agradecer. Tempo de chorar de felicidade. Tempo de quebrar as censuras e queimar velhos tabus.
É tempo de despir a vergonha e alvoroçar a cabeleira. É tempo de mandar um foda-se pro certo e errado, porque em tempos como esse os rótulos não têm vez.
É por tudo isso que eu deixo que as borboletas continuem a festa. Eufóricas e espontâneas elas cantam e brindam a chegada de novos tempos.
Porque a vida não espera quem tem preguiça de viver.

10 comentários:

  1. É verdade....não espera e passa rápido...faz bem manter estas borboletas muito loucas....riamos!! rsrs

    Muito bom!

    []s

    ResponderExcluir
  2. Muito, muito obrigada pelas palavras, de coração!
    Vamos lá fazer isso :)

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  3. A gente tem mais é que aproveitar as borboletas e se jogar na vida.
    Adorei.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  4. Mudar é tão bom e essas borboletinhas nos fazem perceber o quanto a vida é mágica e preciosa. Então, aproveitemos cada minuto, por que o tempo não volta!

    beijos

    ResponderExcluir
  5. OI ANA!
    É ISSO AI, REALMENTE, NÃO PODEMOS PARAR, POIS A VIDA É DINÃMICA E SE PARARMOS,FICAMOS PARA TRÁS.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Concordo muito com você, Ana. São essas borboletinhas que tornam a vida mágica e bonita. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  7. Sentir borboletas no estômago...é viver uma primavera constante!
    Beijo e bom feriado!
    Graça

    ResponderExcluir
  8. Essa impulsão de boas intenções, de aventuras incontáveis, de experiências nunca antes vividas é uma dádiva dos seus textos.
    É um prazer te ler outra vez.

    ResponderExcluir
  9. Acho que por isso que borboletas é tema de tantos textos, são lindas.
    Beijos

    ResponderExcluir